Notícias Esporte Você Comunidade

POLIO E SARAMPO

Pará não atingiu meta de vacinação

Polícia
Publicidade

Terça-feira, 07/09/2010, 04h44

Marabá: polícia mata assaltante em tiroteio

Tamanho da fonte:

Márcio estava escondido em uma casa e no enfrentamento com a polícia acabou sendo fuzilado

Ação coordenada pela delegada Vera Francisca Batista Ferreira, lotada na Delegacia de Repressão e Combate ao Crime Organizado (DRCO), no sábado pela manhã, resultou num confronto e morte do assaltante Márcio da Silva Albino, o “Márcio Preto”, 35 anos.

A delegada Vera Ferreira contou que durante a semana passada recebeu uma denúncia anônima através do número 181 onde o interlocutor informou à polícia que o acusado estava escondido numa casa do Quilômetro Sete.

Os policiais pretendiam cumprir mandado de busca e prisão decretado pelo juiz titular da 5ª Vara Penal de Marabá, Cristiano Magalhães Gomes, porém o acusado enfrentou os policiais e acabou sendo fuzilado.

“Márcio Preto” era o que se poderia considerar uma pessoa da mais alta periculosidade, segundo informou a delegada Vera Ferreira. Fugiu da Colônia Penal Agrícola Heleno Fragoso em março de 2006 e durante esse tempo teria cometido vários assaltos a banco no estado do Pará.

Ainda de acordo com a delegada, os investigadores da DRCO identificaram a casa, situada na rua Guido Mutran com a rua Marcos Mutran, no bairro Quilômetro Sete e por volta das 6h de sábado se deslocaram para cumprir o mandado judicial.

Márcio estava dormindo num quarto da casa, cujo dono é uma pessoa que foi identificada pelo prenome Paulo. Quando percebeu a presença dos policiais reagiu e ainda efetuou dois disparos, porém levou a pior.

No quarto do acusado os policiais apreenderam duas tocas tipo brucutu, um preto e outro verde, que eram usados em assaltos, além de uma pistola 0.40 de uso exclusivo da polícia.

A delegada Vera Ferreira informou que o acusado integrava uma quadrilha de roubo a banco, inclusive teria participado, em junho deste ano, de um resgate a presos na delegacia de Castanhal e só não matou um investigador que estava de plantão porque o policial fugiu correndo.

Nesta audaciosa ação foram resgatados os acusados de assalto a banco, Jairo da Silva Furtado e Jorge Belém Furtado Júnior. (Diário do Pará)

Comentários Recentes

  • Carlos Gomes disse: Comentário postado em 09/09 Quinta-feira às 11:14h "As Polícias de Marabá estão trabalhando bem. Parabéns. Mandam os bandidos para os seus devidos lugares tudo no legítimo direito de defesa. Antes a morte de um bandido do que de um policial. Que o bem continue prevalecendo."
  • j furtado disse: Comentário postado em 08/09 Quarta-feira às 15:26h "policia de marabá não foi aDRCO que despachou mais um vagabundo parabens DRCO espero que os demais policias sigam estes exemplos"
  • ze goiano disse: Comentário postado em 07/09 Terça-feira às 13:15h "parabens a policia, e tem que enterrar esse pilantra de cabeça para baixo para não ocupar espaço. "
  • Carlos Berlli disse: Comentário postado em 07/09 Terça-feira às 05:38h "Parabéns a polícia marabaense pela eficiência demonstrada. Menos um, definitivamente, em circulação. "
Mostrar mais comentários [+]
Siga-me

Lojas do Tem! (Classificados)


IT Center
Shopping Pátio Belém - 2o piso
Shopping Castanheira - 1o piso
Gaspar Viana, nº 778
Yamada Plaza (Av. Gov. José Malcher)
Yamada Plaza (Castanhal)
Formosa Duque (Subsolo)
Formosa Cidade Nova (Subsolo)
RBA - Av. Almirante Barroso, 2190


Call Center Tem! (Classificados)
(91) 4006-8000

Fale Conosco

(91) 3084-0100

Central do Assinante

(91) 4006-8000

Endereço

Av. Almirante Barroso, 2190
CEP 66095.000 - Belém-PA

Redação


(91) 3084-0119
(91) 3084-0120
(91) 3084-0126
(91) 3084-0100

Ramais: 0209, 0210 e 0211

Twitter