Notícias Esporte Você Comunidade

DIEESE

Preço do caranguejo teve reajuste de 10,37%

Polícia
Publicidade

Sábado, 28/07/2012, 04h35

Marcos Bastos foi encontrado morto em sua casa

Tamanho da fonte:

A Delegacia de Homicídios de Castanhal, nordeste do Estado, investiga um crime ocorrido na noite da última quinta-feira, onde um professor da rede estadual de ensino foi assassinado dentro da própria casa. A vítima estava amarrada e seminua.

O crime que chocou a cidade modelo aconteceu na Rua Maria Benedita, localizada no conjunto Campos Elíseos no bairro Nova Olinda. Por volta de 18h, o professor Marcos Siqueira Bastos, 62 anos, foi encontrado morto na sala de sua casa. O corpo foi encontrado pela namorada da vítima, que achou estranho o professor não atender as inúmeras ligações que havia feito. “Ela contou que conversou normalmente com a vítima na noite anterior (quarta) e não notou nada de estranho. Depois, já na quinta-feira, contou que ligou várias vezes para ele, que não atendia as ligações. Foi aí que ela resolveu ir até a casa do professor”, disse o delegado da Polícia Civil, Temmer Khayat.

Ao chegar à residência, a namorada achou estranho os portões estarem serrados e com as portas abertas e imediatamente acionou a Polícia Militar que, ao entrar na casa, encontrou o corpo do Marcos Siqueira caído, de peito virado para o chão e com as pernas e mãos amarradas. A Polícia Civil acredita que o professor travou briga corporal com os bandidos pouco antes de morrer. O corpo da vítima não apresentava sinais de perfurações de arma de fogo e faca. “Ele estava amarrado de forma rústica, com peças da própria casa. Ele deve ter reconhecido os bandidos que entraram na sua casa, por isso teve essa morte trágica. Os assassinos provavelmente o agrediram com um banco de madeira e depois esganaram a vítima”, disse o delegado.

Apesar da casa da vítima estar toda bagunçada, com vários pertences fora do lugar, a Polícia Civil não confirmou que o crime tem características de latrocínio. “É muito estranho as circunstâncias como ele foi morto. Os assassinos estavam procurando algo específico, pois não levaram nenhum objeto de valor e nem o dinheiro que estava no bolso de uma calça que estava no quarto. Mesmo assim, não descartamos nenhuma hipótese para o crime”, explicou Temmer Khayat.

De acordo com informações da Delegacia de Homicídios, os assassinos sabiam que o professor não estava na residência. “Havia pegadas na cozinha e o telhado estava removido. Provavelmente a vítima não estava em casa quando eles entraram. Quando o professor chegou, foi surpreendido pelos bandidos. Após o crime eles saíram pela porta da frente. Estamos colhendo todas as informações dos moradores da área e com familiares para esclarecer esse crime”, assegura Khayat.

Marcos Siqueira Bastos lecionava nas escolas estaduais Clotilde Pereira e Cônego Leitão. O professor também era advogado e considerado profissional exemplar nas funções que exercia em Castanhal. A polícia não tem pistas dos assassinos.

(Diário do Pará)

Siga-me

Lojas do Tem! (Classificados)


IT Center
Shopping Pátio Belém - 2o piso
Shopping Castanheira - 1o piso
Gaspar Viana, nº 778
Yamada Plaza (Av. Gov. José Malcher)
Yamada Plaza (Castanhal)
Formosa Duque (Subsolo)
Formosa Cidade Nova (Subsolo)
RBA - Av. Almirante Barroso, 2190


Call Center Tem! (Classificados)
(91) 4006-8000

Fale Conosco

(91) 3084-0100

Central do Assinante

(91) 4006-8000

Endereço

Av. Almirante Barroso, 2190
CEP 66095.000 - Belém-PA

Redação


(91) 3084-0119
(91) 3084-0120
(91) 3084-0126
(91) 3084-0100

Ramais: 0209, 0210 e 0211

Twitter