Notícias Esporte Você Comunidade

ROUBO DE VEÍCULOS

Quadrilhas especializadas agem em várias etapas

Polícia
Publicidade

Sábado, 03/08/2013, 12h28

Corpo de mulher é achado em cova rasa

Tamanho da fonte:

O corpo de mais uma desaparecida do município de Marituba foi encontrado, no início da tarde de ontem (2), por volta das 15h, no bairro Novo Horizonte II, em uma mata próximo ao igarapé Vai-quem-quer. Suelen Maciel Quental, de 20 anos, teria desaparecido na madrugada da última segunda-feira (29) após sair de casa para uma festa. O corpo da jovem foi encontrado em um terreno alagadiço. Ela estava enterrada em posição fetal, com um dos braços por cima da cabeça. Ainda não se sabe as circunstâncias do crime.

De acordo com Marcelo, da Divisão de Homicídios de Ananindeua, a última vez que Suelen foi vista pela família, ela estava saindo de casa para uma festa. “Ela saiu de casa no domingo. Dessa festa, ela teria saído com uma amiga e outro rapaz, que já foi identificado. A amiga foi ouvida e afirmou ter deixado a jovem em um bar aqui mesmo em Marituba”. Conhecido como “Bar do Junior”, o local é bastante frequentado e fica localizado na rua do fio. Dali, algumas pessoas chegaram a afirmar que viram Suelen saindo de madrugada com dois rapazes, mas isto não estaria confirmado para a polícia.

O avô da jovem, José Maria Quental, contou que a família tem procurado o corpo naquelas matas desde a terça-feira (30), quando moradores do Vai-quem-quer ligaram para a Seccional de Marituba denunciando ter ouvido disparos de arma de fogo na madrugada em que Suelen desapareceu. “Nós andamos tudo por aqui. Cavamos buraco pra todo lado. Eu nunca esperei passar por isso. Minha neta era linda. Nunca esperei que fosse eu quem a enterraria, ela era tão jovem”, lamentou com voz cansada após os dias de busca e as longas horas para tentar retirar o corpo da jovem de dentro da mata.

BALA E CERVEJA

Os peritos do CPC Renato Chaves encontraram no local um projétil de arma calibre 38, uma lata de cerveja, uma das sandálias que a jovem usava e uma pulseira. Em estado avançado de putrefação, a retirada da terra molhada que cobria a jovem foi mais difícil. “A pele dela fica descamando, e não tem como puxá-la, ela parece grudada no fundo úmido”. Eram os parentes da jovem que faziam as primeiras tentativas de retirá-la da cova. A equipe de remoção do IML também tentou. Contudo, apenas com a chegada de uma equipe do Corpo de Bombeiros, por volta das 19h, o corpo foi retirado e periciado.

Um único tiro foi dado na testa de Suelen e uma perfuração foi feita nas costas, ainda não se sabe com que tipo de objeto. A perícia acredita que a posição fetal se deve ao fato de que ela teria sido morta na mata e depois jogada na cova, que era menor que seu tamanho. Alguns moradores se arriscaram a contar o que pode ter acontecido com Suelen antes de ser levada para o local e morta. O caseiro de um terreno vizinho declarou para a polícia que ouviu mais de um tiro, e que eles foram disparados por volta das 6h30 de segunda-feira.

ABUSO SEXUAL

Moradores contam que um rapaz que foi visto de moto com Suelen no domingo teria levado a jovem para um kit-net no bairro Novo Horizonte II. A casa, indicada para a Polícia Militar por moradores da área, foi arrombada. “Lá eles teriam abusado dela. Uma cueca suja de sangue foi encontrada, e uma lata de cerveja que coincide com a lata encontrada aqui no local onde ela foi enterrada”, contou o aspirante PM Rodrigues. Há fortes suspeitas de que mais de uma pessoa teria participado do crime, segundo investigadores da DH de Ananindeua.

O caso, como era de se esperar, lembrou o caso da grávida Elizabeth Cardoso da Conceição, de 21 anos, também desaparecida e que teve o corpo encontrado dias depois no bairro de Bela Vista, em Marituba. No município, a PM informa, há pelo menos mais duas mulheres desaparecidas em circunstâncias parecidas – com suspeita de homicídio. O inquérito que investiga a morte de Suelen, devido à complexidade, pode ser feito pela DH de Ananindeua ou continuar pela Seccional de Marituba.

(Diário do Pará)

Siga-me

Lojas do Tem! (Classificados)


IT Center
Shopping Pátio Belém - 2o piso
Shopping Castanheira - 1o piso
Gaspar Viana, nº 778
Yamada Plaza (Av. Gov. José Malcher)
Yamada Plaza (Castanhal)
Formosa Duque (Subsolo)
Formosa Cidade Nova (Subsolo)
RBA - Av. Almirante Barroso, 2190


Call Center Tem! (Classificados)
(91) 4006-8000

Fale Conosco

(91) 3084-0100

Central do Assinante

(91) 4006-8000

Endereço

Av. Almirante Barroso, 2190
CEP 66095.000 - Belém-PA

Redação


(91) 3084-0119
(91) 3084-0120
(91) 3084-0126
(91) 3084-0100

Ramais: 0209, 0210 e 0211

Twitter